quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

2

I (primeira semana) 

BEBENDO DA CONCHA


Agrada-me deixar feita qualquer coisa ainda por começar, disto fazendo mais um conto quando feito. Contanto o gozo de qualquer começo, temendo o trágico que é um fim. Enfim, uma história à moda da Mina, directamente da mina: igual a meter a mão na água, bebendo da concha.

1 comentário:

Os comentários que receber serão pessoais, para receber resposta pessoal. Só divulgarei se contiverem esse pedido, justificando o seu motivo. O meu motivo é este, transformar a comunicação numa intenção íntima e (bem) pessoal.