domingo, 30 de junho de 2013

BOAS HISTÓRIAS

Para meu pai, sem anos feitos, deixo depois de ter sido, tudo que fui. Feito que não lhe adiantará de muito, assim sendo, fica a saber o que perde. A minha colecção de memórias arquivadas de A a Z e de z a a… Como as poderia aceder é fácil, ido para a Eternidade ficaria a sonhar as letras em combinações infinitas, com suas fintas e remates: golooo… Glorioso destino me dou: - Boas histórias, meu Pai!
Vou de férias… o blog de férias fica.
Quem quiser jogue aos dados com a leitura, recolhendo a sorte como sinónimo certo. No dia em que o Brasil ganha mais uma taça, pela Taça das Confederações: Parabéns ao Brasil!

domingo, 23 de junho de 2013

ANCORAR

Domingo, é hoje. Tem tempo de sobra, mãos há obra, vamos fazer um conto daqueles que nascem já prontos. Como se tivesse a ideia e, escrevê-la, fosse soltar a vela e velejar. Com a sensação de voar sobre as vagas, subindo na crista das ondas. Bem, chegar até nem é importante de mais... em vez de aportar, vou ancorar!

sábado, 22 de junho de 2013

SINTO/SINTO

SINTO MIM

sento-me
sem pensar ainda
o que sinto

"sou o que sinto"
a ideia o_corre-me…

leve e remansosa
Assim


SINTO ASSIM

o tempo
de vivermos
juntos

em espírito
e corpo

das palavras

Mim

sexta-feira, 21 de junho de 2013

C)

- Quando me abre* Assim 
   é o Céu
- É o Seu
   e o Meu

(anúncio de Assim & Mim para o MEO)

*abre = abraço (!)

(SOL)

Vou para a Estiva… período estival, chegou o Verão!

(MAR)

Primeiro mergulho na praia

quarta-feira, 19 de junho de 2013

JOGANDO OS DADOS I

Voltando ao dia de ontem, jogando os dados. Manipular o tempo, é a mais bela Rosa para os diálogo, prosa poesia, incluindo os
e
 x
  e
   r
    c
     í
     cios caligráficos.


Fui dar a A)

terça-feira, 18 de junho de 2013

INSPIRAÇÃO/INSPIRO


INSPIRAÇÃO

no fim da linha
dum novo
verso

faço a volta
a outro

até ficar a Mim
Assim
INSPIRO

inspiro perfume
das linhas
a ler

os teus versos
chegando

a mim toda tua
Mim

segunda-feira, 17 de junho de 2013

PSICANÁLISE

Vou para o divã fazer psicanálise: primeiro dou a fala à Psic, logo a Análise dirá de sua justiça. Comecei... a Psic em silêncio, a Análise nada. Perante este cenário imagino que o problema reside nos personagens, para final de história conto o que aconteceu. A história onde me inspirei era perfeita, sentindo-me imperfeita, resolvi ouvir o meu caso. As vozes interiores não vieram, resolvi exteriorizar, escrevi.

domingo, 16 de junho de 2013

PEQUENO-ALMOÇO


Ser, Foder: dar ao duo – a manhã de domingo – para se fazer(!) Meter a boca mater no falo fater, a língua deslizar na vagem, viagem at+e descarrilar, até: es_porrar… A linguagem da viagem é vária, varia, avaria, entra em afasia, esvazia: fica vazia como a concha cheia de memória do dia e noite, da estrela e do açoite, o coiote canta e adianta à Lua: a diante… hora de comer o pequeno: Ate… AtÉ… Até... Ave!


Da publicação ilustrada:
O ser mais o que faz quando procria, a explicação: o Ser a borboleta, Foder uma Ave-do-paraíso, tão feliz que parece ter perdido o juízo. Ideia errada, enganada, nada em boa verdade. A boa da verdade está a dormir e tem sonhos eróticos, é a boca onde o Ser pousa de asas a bater :)))

sábado, 15 de junho de 2013

COISAS DO PÉNIS...


 
Há coisas do pénis que o comum dos mortais desconhece, em boa verdade podemos ficar por aqui... Saber que esse corpo delicado pode ter quatro cabeças, com a cabeça, só se chega lá observando. Ver para crer faz todo o sentido, pois é incrível. Isto acontece com… "a" equidna, é ver para crer.
  http://hypescience.com/o-penis-mais-estra

sexta-feira, 14 de junho de 2013

TEXTO DOCUMENTÁRIO

Agradável viajar nas imagens, olhar e sentir, tentando dizer, de forma corrente... a importância da corrente na foto? O parafuso, a madeira, as texturas, o texto da imagem, a beleza das formas, cores... Chegar ao texto dum comentário pode ser a arte suprema do gozo de estar viva: Viva!