domingo, 1 de julho de 2012

APROXIMAÇÃO


Betina, aliás ou lilás, Eleonora, escolheu uma pintora e fez um blog, dando texto às imagens. Pelo mesmo pretexto, escolho um fotógrafo. Procuro para os fatos uma história, semelhante aos corpos, rostos e olhar(es) com que dou a ver no encontro surgirem palavras encantadas com o mundo, a desencantarem a sua observação numa procura de assimilação de factos e fotos, fatos e fotos… despindo os corpos, para os ver vestidos na sua pele. Talvez se trate da procura de identificação, partilhando a espiritualidade do(s) ser(es) com o dizer produzido por esta… aproximação.

6 comentários:

  1. lilás é uma cor que gosto muito! considero que seja o lilás a espiritualização do azul...:)

    fiquei muito feliz em perceber que você achou uma inspiração em uma inspiração minha, é uma honra!

    obrigada por disponibilizar os links e apontar os caminhos.

    fui ao trabalho do matt blum e achei genial ele fotografar gente comum. ótimo, grandioso..

    já estava aguardando o mês para saber o que você nos traria, mas não imaginava que fosse ser tão inspirador! francisco, você é surpreendente ;)


    «despindo os corpos, para os ver vestidos na sua pele»
    acho que você acaba de vestir a pele de um fotógrafo, parabéns!


    um beijo.*.

    ResponderEliminar
  2. Poeta,
    Arte produzida, nua e vestida, descobrindo e revestindo os Seres aproximados. Creio que não haver mais nada a querer a verdadeira capacidade emocional da criação.Completo!
    Beijos no coração!

    ResponderEliminar
  3. Francisco,
    ora viva!
    Mais uma deliciosa coleção, entre o erótico e o erudito, o dito e o não dito.
    Sempre me pergunto se os fotógrafos têm caso com as moças que emprestam a pose para as lentes. Deve ser uma profissão ingrata, fotografar moças nuas.. rs

    A da foto é uma beleza!
    Queres perfis psicológicos para elas?
    Se quiser, é só dizer..
    A moça em questão tem um gosto variado para as aventuras e talvez seja melhor resolvida com parceiras... Fantasias? Minhas? Sei lá! Ah, o ser humano é uma coisa de doido, basta uma imagem e já cai por terra a pose de seriedade. Enfim, somos bichos, então...


    Tem um conto para ela?
    Espero tenha.
    Gostei do texto, principalmente da ideia já destacada pela bela Eleonora, a pele como vestimenta, muito bom, sem dúvida.

    OPS! Acho que vi um coelhinho... sim! Eu vi sim, um coelhinho.. ui.. ui.. minha pressão arterial...

    O mês promete!

    Abraço, e beijo para as moças (até a da foto.)

    ResponderEliminar
  4. Olá, meu amigo e grande poeta Fran! Com saudades de te ler. Obrigada pela tua visita. Por motivos de saúde, tenho andado ausente:)Um erótico belo...bem ao teu estilo. Sempre na descoberta do belo!
    Belas tatuagem numa magnifica foto. Identificação da espiritualidade?:) Beijinho amigo.

    ResponderEliminar
  5. Oi xente :)
    Belos comentários! Hoje de passagem "tarde e a más horas" para quem se deve levantar cedo. Até amanhã! Beijos & Abraços

    ResponderEliminar

Os comentários que receber serão pessoais, para receber resposta pessoal. Só divulgarei se contiverem esse pedido, justificando o seu motivo. O meu motivo é este, transformar a comunicação numa intenção íntima e (bem) pessoal.