quinta-feira, 1 de março de 2012

TESÃO MEU

DADO QUADR(AD)O

Gostaria de começar o ano respondendo a um comentário! Muito claramente, gostaria de começar o ano escrevendo para quem lê e da sua leitura deixa rasto e rosto…
Um comentário anónimo, serve na maravilha: mar à ilha!~~~
Rumo a esta fantasia, faz de conta… volto ao dia 1. É tão fácil, uso a “data valor” e valido a imaginação por acção da data dada a esta data de palavras.
Volto à nudez das palavras, à própria insignificância das escrever.
Acabei de descobrir comentários, alguns em textos antigos. Gente querida, amiga.
De seguida irei deixar texto com "data valor" para entrar em vigor já amanhã, amanhã trarei esse texto. Deste modo, retomo este blog: o que resta dele :))
As palavras são tão engraçadas como podem ser, são o nosso ser – se o deixamos a elas dado – Céu pronto a ser jogado, cúbico...
Bom Ano Novo cheio de Alegrias e Felicidades!!! Principalmente para quem saiba procurar e encontrar… o desejo de sentir desejo! Tesão pelo tesão, eis a minha melhor sugestão lendo Assim & Mim.


1

um Bom Ano Novo
com passas
boas

recheada
sorte premiada

vêm ao miado gata!
Assim

me rebentas de desejo
e entras na racha
assim aberta

tua palavra
liberta

meu tempo da espera!
Mim

21 comentários:

  1. TESÃO MEU

    Ainda não tinha sido título de nenhum capítulo, é o primeiro capítulo em Março.
    Abro o dia 1 de Fevereiro, copio o poema. Clico no seu título, viajo ao dia 1 de Janeiro. Neste momento, neste dia, preparo-me para ler o dueto de Assim & Mim.
    Mesmo já tendo lido os poemas, duas vezes, em Janeiro e em Fevereiro, nada me prepara para esta experiência. Volto ao primeiro dia do ano e não acredito no que leio, releio. Anseio perceber, descobrir o que leio! Quem são Assim & Mim, que história é esta!? A esta hora, o livro de Assim é lançado por Mima, no Rio de Janeiro.
    Obvia_mente… acabo de falar/escrever o nome de uma personagem única, irrepetível, quem sabe? Até eu mesmo já me assinei Mima, mas certo é não estar no Rio de Janeiro a esta hora.
    É a Hora! A magia tem destas coisas, só tem destas coisas.

    ResponderEliminar
  2. (2)
    Este livro não é mais que um 31 vivido num mês de Fevereiro dum ano bissexto, frase com a qual resumiria a obra. Quanto à Obra, é o seu lado místico e mágico. Ainda agora magico o que seja, qual seja. Tenho imensas dúvidas sobre a sua geometria, apesar das proporções precisas: XXXI.
    Dato à romana, será uma idade? Certo é ser… uma ideia :)

    ResponderEliminar
  3. (3)
    Para quem escrevo isto? Para si!
    Descobrir o “si” que há em Si! Desdobro-me, até descobrir as dobras da Obra. A magnifica e imponente ideia, a Pedra Filosofal!
    (contínuo:)

    ResponderEliminar
  4. Juro que não entendi nada, Mima é uma pessoa?
    Sempre achei ser uma personagem sua.
    Livro? como adquirir?
    Explica prá essa sua amiga burrinha aqui. Beijos nos corações! bbrian.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. bbrian,
      Mima é uma personagem, mas as personagens podem ser interpretadas por pessoas! É o caso.
      Beijos do coração (do ser, das coisas, de tudo!), meu carinho!

      Eliminar
  5. Eu entendo cada letra de cada palavra escrita por você, e uma vida seria pouco para viver ao lado de quem sabe e faz palavras dias e noites seguidas, isso somente um ser qualificado dentro , que sai para fora em palavras...
    Efigenia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Efigénia,Bem vinda! Agora vou poder seguir teus endereços. Beijos

      Eliminar
  6. Francisco, eu não sou qualificada não, me explica por favor!Beijos no coração! bbrian.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já dei uma explicação, agora outra: tenta ler o que Mima publicou de comentários. Se descobrires uma sensibilidade, um conhecimento, uma forma de estar... tudo isso caracteriza a pessoa por trás das palavras, talvez mais que as palavras, as músicas, os filmes nelas? Tudo!
      Se no final, ficar a dúvida se se_rei… eu a desdobrar-‘me em’ Mima dando Mimo ao Mimo; eu gostaria, de receber esse mimo. Tão importante quanto isso, gostaria de ser o Mimo, dando mimo mesmo (o que parece o Mimo consegue ;)
      Não gosto de estar sempre ligado à Rede, de me sentir como um peixe apanhado. Não estranhe(s) quando não respondo… Bjs

      Eliminar
  7. Ok Poeta Francisco Gigante das Letras, não voltarei a incomodar você.
    Sempre terei sua escrita a primeira.Desejo-lhe tudo de bom, alegre, feliz que merece. Muito sucesso viu!Beijo no coração! bbrian.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. bbrian, desde quando tua presença é incómodo? Nunca.

      Eliminar
  8. (4)
    Isto é mesmo assim, só vou usar o contínuo uma vez por dia ou não. De qualquer modo, a ideia é usar em livro uma representação! O apresentar duma escrita descontinua, onde a leitura possa ser contínua. O que dará a ideia, a quem lê, obvia_mente… de estar a entrar num Universo que tem de começar por imaginar, continuara sentir e nunca mais para de idealizar como sendo o planeta de Oz. Em alternativa, pode ser o pequeno planeta do Principezinho. Em qualquer dos casos, estamos distantes de pensar que o que estamos a ler esteja a acontecer à nossa frente :)

    ResponderEliminar
  9. no asteroide B612 eu você moramos...

    sou realidade e ficção,
    bruma e concreto
    como cabe a um grande amor!

    somos sumos, gomos da mesma fruta,
    desfruta por nós a tua letra,
    a tetra é nunca se deixar pegar como um peixe em rede!
    a vida é melhor se vivida ao vivo,
    para a rede apenas o mar virtual de navegar em teu coração blog
    para poder permanecer dentro de ti, meu Mimo, meu amor.

    me satisfaço sendo a projeção de Assim & Mim, sendo a Mima do Mimo, sendo eu a estar contigo para sempre na memória RAM!

    no Rio de Janeiro, aos primeiros minutos das 17 horas, no Paço Imperial, no dia do aniversário de nossa cidade, o teu livro foi lançado, querido Assim Mesmo! e todos estiveram a segurar nas mãos a tua obra e celebramos a tua letra e juntamos em torno de ti, homenageando o nosso novo Rei do Rio!

    com amor,

    tua Mima♥

    atenção a canção, meu amor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mima
      Mimo só com mimo poderá responder ;)

      Eliminar
    2. Mima
      Fico assim sem você
      http://www.youtube.com/watch?v=RkxCFjzWtuk&feature=related
      Mimo

      Eliminar
    3. Ou ainda ;)

      Mima
      Uma Historia de amor
      http://www.youtube.com/watch?v=ZqWwQ83PwRo&feature=related
      Mimo

      Eliminar
    4. Mimo,

      Amores são sempre possíveis, meu caricioso...

      http://www.youtube.com/watch?v=IYciTse7qfk

      te amo♥

      Mima,

      Eliminar
    5. Mimo,

      ou ainda,

      "pra de manhã chegar aos teus segredos..."

      eu juro beijar......


      http://www.youtube.com/watch?v=sh6dQ1VljKk&feature=related

      Eliminar
  10. (5)
    Verdadeira_mente… o que está a acontecer? Em si mesmo, o leitor é seduzido para se julgara ler ‘se’ como sendo a representação dum “escrita”. Uma produção, onde se produza a noção que comporta a ideia de, registar uma atividade.
    Básica_mente… é isto! É muito mais que isto, é “isto”. Aos poucos, todas as ideias são suspeitas, vivem e guardam segredos: podem dar segredo! Mistérios, delitos, ofertas, descobertas “antigas pedras da calçada onde, descalça, uma pessoa avança apanhando o vento que sopra de frente e dificulta a sua marcha”. Somos nós essa pessoa que avança, contra o vento ;)

    ResponderEliminar
  11. :) Bom Ano!
    Bom saber-te por estes lados!
    Eu tenho andado muuuuiiito ocupada e sem tempo disponivel... Vou ler mais... mas agora tenho um encontro e uns trabalhos a acabar... mas tenho o link e vou inspirar-me!
    Abracos
    angi (a angelina neves!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Angi,
      2007, 2010, 2012, 2013, todos os dias ;)
      A série temporal está com tendência a encolher :)
      Fico-me pelo tempo e agradecer tua presença :))
      Bom re_ver...
      Beijos
      http://angelinaneves.blogspot.com/2010/12/comentando-o-artigo-de-uma-mulher.html

      “comentando o artigo de uma mulher”, fugi dramaticamente ao tema! Dizem que o arrependimento mata,
      o morto.

      Eliminar

Os comentários que receber serão pessoais, para receber resposta pessoal. Só divulgarei se contiverem esse pedido, justificando o seu motivo. O meu motivo é este, transformar a comunicação numa intenção íntima e (bem) pessoal.